Novos ciclos, novas vivências

Novo ciclo, novos voos.

O início do ano é caracterizado por férias escolares, compromissos financeiros, estabelecimento de novas metas (as famosas neste ano eu quero ...).

 

É um tempo de se abastecer de esperança, ousadia e coragem para desenvolver as metas ou os novos planejamentos, entretanto algumas pessoas iniciam o ano sem novas expectativas, pois estão decepcionadas com a vida, ou até mesmo frustradas com o que não aconteceu no ano anterior.

No entanto, convido você para fazer uma jornada de olhar para dentro e identificar no mínimo 5 situações que você superou no ano de 2021.

 

Não sei o que se passa em sua cabeça, mas caso você fale "Não tive nenhuma superação", isso é um engano, a primeira superação é: você está vivo, muitas pessoas não estão, é uma conquista. Você tem o privilégio de viver.

 

Você pode sim olhar para o ano de 2021 e identificar os seus belos aprendizados e até mesmo permitir-se a voar para novos lugares, movimentar-se rumo a desenvolver novos hábitos, por exemplo, investir tempo na sua saúde emocional.

Saiba que, quando investimos tempo de autocuidado, amor-próprio e autoconhecimento, temos a possibilidade de potencializar o foco em nossas metas e também aumentar a produtividade.

Imagino você perguntando: "como assim, Ana?"

Vou explicar: algumas pessoas acabam esquecendo de si e cuidando dos outros, vivendo em um ciclo automático e esquecendo de si ou deixando em último lugar. O stress aumenta, a irritabilidade invade, o cansaço contínuo é visível, o adoecimento começa a surgir e, quanto mais tempo negamos em olhar para dentro, mais o adoecimento aumenta e a frustração das expectativas das metas para o ciclo novo acabam acumulando dentro de si e você pode sentir um travamento na esfera física.

Atenção, caro(a) leitor(a), você é quem pode decidir: vivenciar o ano de 2022 na trajetória do desenvolvimento saudável, inclusive diante dos desafios, ou ficar paralisado(a) no ciclo da culpa, frustração e do desconforto do não realizar. Vale ressaltar que você é responsável pela sua vida, quando ficamos culpabilizando deixamos de apreciar o viver e de potencializar as habilidades.

Dentro de você a cada minuto tem um novo fôlego, as células movimentam-se, seu cérebro pode aprender coisas novas e sua pele pode ser regenerada, ou seja, você pode aprender sim novos hábitos, vivenciar novos sentimentos, despertar novos comportamentos, mas você precisa acreditar em novos movimentos, desenvolver novas atitudes que irão contribuir para a estimulação da inteligência emocional, saúde, novas posturas para o realizar e conquistar.

Para auxiliar suas reflexões deixarei algumas dicas:

  1. Permita-se cuidar da sua saúde emocional;
  2. Cuide-se da sua saúde física;
  3. Estimule o amor;
  4. Reconheça suas vulnerabilidades;
  5. Potencialize a comunicação assertiva;
  6. Busque ajuda de pessoas que podem somar com seu desenvolvimento, inclusive um(a) psicólogo(a);
  7. Perdoe-se, ninguém é perfeito;
  8. Seja ousado(a) para seguir suas metas;
  9. Acolha suas fraquezas e desenvolva seu potencial;
  10. Relacione-se, ninguém vive só;
  11. Invista tempo para reaprender a viver a cada dia;
  12. Veja os desafios com novos olhares, quais os talentos desenvolvidos e aprendizados através de cada situação;
  13. Celebre as pequenas conquistas;
  14. Permita-se liberar os ressentimentos.

Enfim, se você colocar essas sugestões em prática você amenizará os sintomas de stress, ansiedade, saberá potencializar suas competências, habilidades e cultivará a saúde emocional, fortalecerá vínculos e conquistará o abundante dentro para você. Ah, nas redes sociais conte-me quais as contribuições deste texto para sua vida.

Até logo!

Leia Tambem

Escrito por Ana Paula Purcino Pellenz

Publicado em

Tags

Psicologia

Sugerimos que você também leia estes