Meditação: Encontrar um cais em meio ao caos

A meditação é uma técnica milenar, utilizada há muitas datas pelas mais diversas populações, e hoje tem se mostrado como uma das maiores e mais poderosas ferramentas pessoais para reequilíbrio energético, mental, físico e psicológico. 

Nossos dias se entrelaçam em uma chuva incansável de informações, notícias e revelações. Nos vemos inúmeras vezes cercados dos mais diversos tipos de pensamentos e níveis diferentes de emoções que nos cercam.

Não são poucos os momentos em que nos sentimos esgotados, como se não fôssemos mais suportar a quantidade de detalhes e situações que devemos lidar todos os dias. O sentimento de esgotamento e a sensação de quase uma "pane" no sistema é iminente. Sentimos que precisamos de uma viagem, dar um tempo de nossas relações, empregos e vidas sociais, mas quanto mais desejamos permanecer distantes e alheios a tudo isso, mais somos arrastados para esse processo e finalmente entendemos que não há como e para onde fugir do único lugar e da única persona que realmente nos pertence, que somos nós mesmos. Podemos ir para qualquer lugar do mundo, nunca estaremos sós. Teremos sempre a nós mesmos para cuidar e zelar.

E é neste ponto de reflexão e de clareza que os processos meditativos entram! Como um alento, como um descanso, um carinho na alma e uma reconexão com o seu mais profundo ser.

Esta ferramenta poderosíssima e simples, de custo baixíssimo, pede para você somente alguns minutos do seu tempo para que possa usufruir e desfrutar desse precioso e único momento seu consigo mesmo.

Muitas pessoas não o realizam devido às crenças acerca de sua prática relacionadas ao tempo ou às suas formas de práticas, e estou aqui para clarear essas crenças e para mostrar para você, que sim! É possível! Não precisa de nenhuma condição perfeita para tal! Local, posição, a música, movimentos de pés e mãos... nada disso precisa ser perfeito e ter uma fórmula certa a se seguir.

A melhor técnica de meditação é aquela que faz maior e melhor sentido para você! Aquela que se enquadra à sua realidade, ao seu dia a dia, e a mesma que te lembra e te trás presente na prática todos os dias. 

Não há uma fórmula, um calendário a seguir. Permita que sua intuição e seu próprio corpo e mente te tragam as respostas e a sua própria fórmula de sucesso das práticas.

Você pode realizar as meditações em qualquer posição, inclusive em movimento.

Você já se pegou em momentos rotineiros da vida na qual está realizando alguma atividade e, de repente, você se pega não pensando em nada? Estando completamente imerso na atividade que está realizando? Esse momento do "não pensar em nada", é a meditação. É neste respiro físico e mental que ela exerce seu mais profundo trabalho, o de estar presente no presente momento. É como se no Universo inteirinho só existisse aquele momento! E para o seu Universo interior é somente esse momento presente que importa de fato. Quando você está imerso de corpo e alma em tudo aquilo que você está realizando, incluindo quando não se está realizando nada.

Sua mente passa por esse processo muitas vezes ao dia, porém como estamos acostumados a essa realidade externa de estar sempre ocupados, sempre realizando algo, nos culpamos pelo vazio, pela "falta" da produção, de estar sendo "útil" em algum lugar para alguém.

Precisamos normalizar os momentos de "nadismo", deixar de sentir culpa por em alguns momentos não fazer absolutamente nada. Vivemos a vida cheia de vazios que parecem se preencher com a correria da nossa rotina, mas se pararmos por alguns minutos, vamos perceber que sabemos muito sobre tudo, e quase nada sobre nós mesmos.

A meditação é uma aliada amiga e muito sábia nessa nossa viagem interior, em uma melhor relação com o exterior trazendo para dentro de nós apenas aquilo que nos faz bem e conseguindo deixar passar o que não faz sentido ou não nos agrega de maneira clara e orgânica. 

Você pode começar com alguns minutos, em silêncio ou com o som que te trouxe mais paz e mais sentido. Pode ser uma música favorita, podem ser mantras, sons da natureza, sons repetidos... aquilo que trouxer mais conforto ao ser ouvido. Deitado, sentado, andando, cuidando do seu jardim, fazendo uma caminhada. Seja qual for sua atividade e qual o momento escolher, esteja nele presente! Podem ser poucos minutos ao dia, antes de dormir ou logo após o despertar! O importante é que seja um momento prazeroso e não mais uma obrigação. Seja um momento de reserva para conversar e cuidar de si mesmo. Que te traga sentido e te traga presença! Sensação de bem-estar e de estar presente no presente momento.

As conquistas e os ganhos com as práticas meditativas são sentidos de acordo com os dias.

A clareza nos pensamentos, calma nos sentimentos e sua conexão com o mundo exterior e a paz interior, são alguns dos vários  benefícios desta prática.

É lucidez, serenidade... é encontrar seu porto seguro, encontrar o seu cais em meio a todo esse caos.

Como pode melhorar?!

Sempre pode!!!

Bora começar?!

Leia Tambem

Escrito por Janaína Buss

Publicado em 0021-12-15

Tags

Psicologia

Sugerimos que você também leia estes